381 reales con 60 centavos10% OFF

424 reales em 12x 35 reales con 33 centavos sem juros

10% OFF no boleto

Frete grátis

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Tamanho:Selecione uma opção

Cor:Prateado

Disponível 5 dias após sua compra

  • 10 anos de garantia de fábrica.

Características principais

FabricanteFlavio Crestana
MarcaFlávio Crestana
ModeloEstrela do Caos, Prata 925
MaterialPrata

Outras características

  • Tipo de anel: Fundido artesanalmente em Prata 925

  • Estilos: Moderno

  • Com pedra: Não

  • Pureza do metal: 925

  • Idade: Adultos

Guia de tamanhos

TamanhoBRComprimento
10 105,00 cm
11 115,10 cm
12 125,20 cm

Descrição

Anel fabricado artesanalmente em Prata 925, fabricamos sob medida e enviamos em até 5 dias, selecione a medida e finalize a compra, se você não tem certeza da medida do seu dedo, vá a uma loja de joias ou bijuterias e meça o dedo em um medidor padronizado (aneleira), a medida feita com fita ou linha não serve porque é imprecisa.

ANEL ESTRELA do CAOS, PRATA 925 maciça. Fabricação própria - 11060301

METAL: Prata 925 maciça.
PESO MEDIO: 15 gramas.
LARGURA da parte alta: 21 mm.
Peça exclusiva e criada por Flávio Crestana.

Fornecemos garantia de entrega, certificado de garantia e autenticidade, nota fiscal e embalagem para presente.

O conceito de Magia do Caos (derivado diretamente do Caoísmo) é relativamente recente, tendo origem em West Yorkshire, na Inglaterra, nos anos 70 do século XX. Influenciada pelas práticas Thelêmicas de Aleister Crowley e Austin Osman Spare, a Magia do Caos é primeiramente uma prática que abrange diversos sistemas mágicos. Trata-se de uma das tendências modernas em ocultismo, construída com base na rejeição de qualquer forma de dogmatismo e a primazia da experiência mágica pessoal (que pode, por outro lado, incluir sistemas existentes). O movimento de Magia do Caos se originou no final de 1970 na Inglaterra, e até a década de 1990 permaneceu no meio underground; a sua ocorrência está associada ao crescimento do interesse no oculto entre as comunidades de jovens, e à subcultura